Vale a pena voltar a estudar depois dos 50 anos?

Você sabia que ainda existe uma grande porcentagem de pessoa no país que, sequer, concluíram o ensino básico? De acordo com pesquisas sociais, quanto mais o tempo passa menos o individuo se interessa em buscar capacitações profissionais, isto porque temos a cultura de não promover a educação constante.

Por outro lado, muitas pessoas ainda sonham com o certificado de conclusão do Ensino Médio e até o diploma a nível superior. A grande dúvida, é em relação ao aproveitamento do aprendizado a partir de certa idade. Afinal, vale a pena voltar a estudar depois dos 50 anos? Saiba tudo a seguir:

Em primeiro lugar, é necessário ter a visão pedagógica de que cada pessoa possui uma referência de mundo e experiências únicas, portanto, é difícil avaliar essa questão de um ponto de vista geral.

O que podemos afirmar é que sim, é possível voltar a estudar em qualquer idade, mas irá depender muito do foco educacional que a pessoa possui.

De acordo com números promovidos pelo Ministério da Educação (MEC), ainda existe uma grande quantidade de brasileiros, acima dos 50 anos, que não possuem o nível básico da educação.

O Brasil propõe reverter essa situação através do incentivo de políticas sociais que prometem a melhoria desse cenários. Estamos falando de programas como o Encceja.

A inciativa permite que pessoas que ainda não concluíram o ensino fundamental ou médio, possam ter acesso ao certificado de conclusão através da prova do Encceja.

Essa prova é formada por conteúdos do ensino básico e dispõe ainda de uma prova de redação. Os estudantes, de todas as idades, podem se inscrever para realizar o exame através do site oficial do Encceja.

O interessante sobre esse programa é que ele promove alguns recursos que podem auxiliar os candidatos, como por exemplo, o simulado Encceja 2020.

Além disso, existem outros programas que têm um grande foco nesse público de idade mais avançada, oferecendo cursos práticos que podem capacitar quem já atua em algumas áreas.

Estamos falando do Pronatec, um programa que visa facilitar o acesso a cursos técnico de qualidade. As vagas são variadas e podem estar mudando o rumo de vida de muitos brasileiros.

Além disso, alguns programas de inciativa privada como o Educa Mais Brasil e o Quero Bolsa também podem ser ferramentas que levarão esse público a conquistar o diploma a nível superior.

Portanto, vale a pena sim começar a estudar ou se capacitar em qualquer área, independente de sua idade. O interessante é encontrar uma oportunidade que seja viável para a sua situação.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *